IGREJA E HOSPITAL DA MISERICORDIA Séc XVI - XVIII



A Misericórdia de Viana do Castelo teve inicio em 1521 como Hospital e Igreja. A igreja da Misericordia inicial seria de dimensões mais reduzidas, ela foi remodelada entre1713-1720 (Reinado de D.João V) em estilo Barroco segundo o projecto de Manuel Pinto Vilalobos .O interior é um belissimo exemplar do primeiro ciclo do séc XVIII da talha dourada ; o estilo nacional. A azulejaria são da Época dos Mestres, do seu primeiro ciclo "ciclo artesanal" 1700-25, que se caracteriza por serem executados por pintores, em tons de azul sobre fundo branco.
A frontaria, de cal branca recortada de silhares, alonga-se lateralmente até á rua da Bandeira: a porta de acesso é enquadrada por um pórtico de colunas caneladas e frontão quebrado. No extremo nascente surge o zimbório, que ilumina a capela-mor, revestido de azulejo enxaquetado do séc XVII.
A fachada principal da Misericórdia (Casa das Varandas) constitui o exemplar mais original de arquitectura quinhentista em Portugal. Sob a influencia do tratado de construção "à romana" do espanhol Diego de Sagredo, publicado em Toledo em 1526, o provedor da Misericórdia de Viana, João Jácome de Luna, apresentou em 1587 à sua irmandade desenhos para a construção desta fachada, com varandas e pórtico destinado a enobrecer o novo hospital. Foi construído pelo mestre do cruzeiro de Vila do Conde, Fernão Dias. Apesar da primeira filada de colunas do pórtico ser de altura inferior à escala do resto da composição, a decoração deste frontaria é exemplar, aproximando-se do que mais belo se fazia na europa quinhentista.