SÉ DE VIANA 1400-1455

  • Sé de Viana
  • Portal Axial Sé de Viana
  • Sé de Viana - Imagem de fachada
  • Sé de Viana - Portal axial

A Igreja Matriz de Viana, foi mandada construir por D.João I por volta de 1400, após a conclusão das muralha Fernandina (1258-1374). Deve-se ao facto da antiga Matriz (S.Salvador do Adro, hoje Capela das Almas) ter ficado fora das muralhas. O local escolhido foi a Praça das Armas e no lugar da torre de manegam, onde anteriormente aconteciam as reuniões entre os homens-bons do concelho.
É um templo de 3 naves speradas por arcos quebrados assentes em pilares quadrados. O comprimento do transepto é igual ao da Nave central. A fachada entre duas torres ameadas mantem a traça de igreja fortificada, do gótico tardio do norte de Portugal.
A fase inicial e mais importante de construção foi entre 1400-1455, no entanto as obras continuaram pelo séc XVI. A igreja sofreu destruições várias durante as querras de Restauração 1640-1668. Vários incendios destruiram por completo todo o recheio original tal como o tecto de madeira, os azulejos de "Cuenca", os florões de ouro a guarnecerem as paredes da nave, e os retábulos renascentistas de talha. A Capela Mor foi reconstruida a partir das fundações em 1695. O incendio de 1806 viria a destruir de novo os retábulos e azulejos recolocados após a reconstrução do séc XVII. Salvou-se apenas a capela do Santíssimo e a capela dos Melo Alvim.

PLANTA INTERPRETADA DA SÉ DE VIANA

VISITA VIRTUAL 360º